Bilhete unico recarregado vendido por pessoas comuns, é golpe! - - Blog do Rikintosh -

NOVAS

sábado, 12 de maio de 2018

Bilhete unico recarregado vendido por pessoas comuns, é golpe!



Um novo golpe esta circulando nas redes sociais, é o golpe do bilhete unico. A forma mais comum de ocorrer é assim: Um cara anuncia que compra bilhetes unicos sem foto, e depois ele anuncia esses bilhetes "recarregados" vendendo geralmente pela metade do valor da recarga (ex. 100 reais o bilhete com 220 de credito). Acontece que na verdade, esse bilhete foi fraudado, eles usam um software hack que altera a memoria do bilhete, e quando voce passar ele numa maquininha dessas QUE SÓ CONSULTAM O QUANTO TEM DE CREDITO, vai mostrar que tem todo o credito, MAS NÃO TEM!

Para entender melhor, vou exemplificar tudo: Suponhamos que o bilhete unico seja um cartão de memória. Ele tem por exemplo 2 arquivos. Um arquivo é apenas um arquivo do bloco de notas escrito quanto tem de credito, e o outro é um arquivo .dat que nenhum programa no mundo abre ele, não da pra editar. Quando vc passa o bilhete na catraca, a catraca le este arquivo .dat e faz varios calculos matemáticos, e consulta via internet se é valido, e se for, ele simplesmente escreve no arquivo de bloco de notas quanto sobrou depois de passar na catraca, tipo, se vc tinha 8 reais de credito, ele escreve que agora vc tem 4, mas isso só serve pra vc mesmo saber qdo passar no terminal de consulta de bilhete. Na pratica, o que controla isso são computadores na central da sptrans.

Os onibus e catracas do metro, são conectados a internet, todos eles, para poder funcionar o sistema do bilhete. Quando vc entra no onibus, ele esta no ponto, e este ponto tem, digamos, um roteador wifi, exclusivo para trabalhar com o bilhete unico. São umas caixinhas que ficam bem no alto de um poste proximo ao ponto. Quando o onibus chega perto ele se comunica com aquele negocio que le bilhete unico que tem dentro do onibus, e valida todas as passagens, ou seja, se vc passou o bilhete na maquininha, ele avisa la na central da sptrans. Isso serve tb para evitar passar o mesmo bilhete varias vezes no mesmo onibus (aquilo que acontecia de passarem o bilhete pela janela mtos anos atras).



Bom voltando ao golpe. O que os caras alteram é basicamente a aparência dos créditos, e não os créditos em sí, então qdo vc passar na MAQUININHA QUE SÓ CONSULTA O QUANTO TEM, vai mostrar td certo, mas qdo vc for passar na catraca d o busão ou do metro, trem seja la o que for, provavelmente vai recusar (a menos que tenha alguma carga que foi feita de verdade), ja as notinhas que podem vir com o bilhete, são impressas com qualquer impressora termica (aquelas que super mercado usa pra imprimir NF)

E sabe o que é melhor desse golpe? Vc não pode nem ir na delegacia reclamar, pq O ERRADO FOI VOCÊ, você foi trouxa de querer comprar coisa ilícita.

Então fica a dica, o unico jeito de ter credito de vdd no bilhete É RECARREGANDO NO TERMINAL, o bilhete unico é uma das poucas coisas que foram feitas direitas no país, e sabe pq é impossivel hackea-lo? Pq esta merda é invenção JAPONESA, nos anos 80 o japão ja usava ele, é uma tecnologia que passou mais de 20 anos em melhoramento, desenvolvido pelos melhores engenheiros do mundo. Atualmente o japão usa o celular para passar na catraca.

Adblock Detectado

Por favor, desabilite este blog no seu adblocker

Me ajude a continuar trazendo conteudo de qualidade para o blog

Muito obrigado, RIKINTOSH