5 dicas de segurança ao transferir a documentação do carro - - Blog do Rikintosh -

NOVAS

terça-feira, 18 de outubro de 2016

5 dicas de segurança ao transferir a documentação do carro

Vender ou comprar um automóvel usado é uma transação simples, mas que exige cuidados. Você deve observar alguns detalhes para não sofrer com prejuízos futuros ou até mesmo perder o negócio. Se você encontrou o veículo desejado — em caso de compra — ou um comprador interessado — em caso de venda — e já negociou os valores e condições, é hora de pensar na transferência da documentação do carro.
Quer saber como realizar esse processo com segurança? Leia nosso post e confira as dicas que temos pra você!

TRANSFIRA O VEÍCULO 
SOMENTE APÓS O PAGAMENTO
A transferência de proprietários jamais deve ser feita antes da concretização do acordo entre vendedor e comprador. Somente após a conclusão de todas as operações financeiras os próximos passos poderão ser seguidos. Nesse momento também é importante averiguar os débitos pendentes e quitá-los, pois isso será exigido pelo DETRAN para que a transferência seja efetuada.
NÃO ENTREGUE O CRV 
EM BRANCO PARA OUTRAS PESSOAS
Não confie o Certificado de Registro de Veículos (CRV) a terceiros antes de preenchê-lo e de concretizar a transferência de seu carro. Assim você evita correr o risco de fraudarem sua assinatura no documento, o que proporcionaria um enorme prejuízo.
O CRV é um documento único, emitido no ato do primeiro emplacamento do carro e que contém todas as características do veículo. Deve ser apresentado em caso de qualquer modificação estrutural ou de cor, assim como no momento de venda do carro. Exceto nessas situações, não deve ser transportado, mas sim guardado em local seguro.
PREENCHA O CRV COM A DATA DA VENDA 
FIQUE ATENTO AOS PRAZOS
Imediatamente após confirmar o recebimento do pagamento, o antigo proprietário deve preencher o CRV com os dados do novo dono, datar, assinar e reconhecer as firmas em cartório. De posse do documento preenchido, o comprador tem um prazo de 30 dias corridos para emitir um novo documento em seu nome, o que só será efetuado após agendamento e realização de vistoria do veículo junto ao DETRAN e confirmação da quitação de débitos anteriores e do ano vigente, incluindo IPVA, seguro obrigatório e taxas de licenciamento.
TIRE CÓPIAS AUTENTICADAS 
DA DOCUMENTAÇÃO DO CARRO
Antes da conclusão do negócio, tire cópias autenticadas do CRV datado e com as firmas reconhecidas. Você vai precisar de uma delas para comunicar a venda ao DETRANe ainda é prudente que ambas as partes guardem uma cópia cada para evitar trocas de responsabilidades sobre infrações passadas ou futuras.
SOLICITE O BLOQUEI DO VEÍCULO SE O COMPRADOR NÃO REALIZAR A TRANSFERÊNCIA.
Caso o comprador não tenha realizado a transferência de nomes no prazo de 30 dias, você deve solicitar ao DETRAN o bloqueio do veículo. Dessa forma você evita receber possíveis multas e cobranças indevidas provocadas pelo novo dono que ainda não regularizou a situação do veículo negociado.
É muito importante ter atenção a todos os passos previstos pela legislação e ficar atento a algumas questões que podem aparecer durante todo o processo de transferência de documentação. Seja comprando ou vendendo o seu usado, evite dores de cabeça e prejuízos seguindo as nossas dicas para o seu negócio ser um sucesso!
E então, agora que você sabe como realizar a compra ou a venda de seu usado transferindo a documentação do carro em segurança, ainda resta alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Adblock Detectado

Por favor, desabilite este blog no seu adblocker

Me ajude a continuar trazendo conteudo de qualidade para o blog

Muito obrigado, RIKINTOSH